quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Pronomes Oblíquos: Quando usar "O,Lo,No"

http://f.i.uol.com.br/folha/cartum/images/12301283.jpeg
A personagem o conhece?
A que termo o pronome "o", na pergunta acima, substitui?



      Os pronomes são existentes para substituir sintagmas que virão a ser ou já foram apresentadas. Um exemplo:

"A professora está doente. Portanto, ela não virá hoje na escola."

O pronome ELA substitui “A Professora”, dessa maneira, não será necessário repetir o mesmo termo novamente, pois o pronome já recupera o sentido anterior (A professora).

- Você comprou pães?
- Sim, comprei-os. (Sim, comprei pães)
O pronome OS recupera PÃES.

Os verbos transitivos sempre pedem por um complemento para completar o sentido da oração, veja:

Minha mãe vendeu...

Vendeu o que? = O verbo vender necessita de um complemento para que a oração tenha sentido completo, respondendo O QUE.

Minha mãe vendeu o carro.
Minha mãe vendeu o fogão.
Minha mãe vendeu a casa.


Os pronomes oblíquos são usados para substituir esses complementos:

Minha mãe vendeu-o (Minha mãe vendeu o carro.)
Minha mãe vendeu-o. (Minha mãe vendeu o fogão.)
Minha mãe vendeu-a. (Minha mãe vendeu a casa)

Nesta postagem vamos nos ater àqueles pronomes que funcionam somente como objeto direto, excluindo CONSIGO, CONTIGO, CONVOSCO, LHE, LHES.

Quando usar os pronomes oblíquos 
O, A, OS, AS, LO, LA, LOS, LAS, NO, NA, NOS, NAS

Há vários pronomes oblíquos e todos cumprem o mesmo papel: substituir e recuperar o complemento do verbo transitivo. Abaixo o padrão de quando usar cada.

Usa-se:
Depois de verbos terminados em:
O, A, OS, AS
Vogal oral (-a, -e, -i, -o, -u)
LO, LA, LOS, LAS
-r, -s ou –z (que desaparecem)
NO, NA, NOS, NAS
Vogal nasal (-am, -ão, -em, -õe, -õem)

- Maria convidou os professores?
- Sim, ela convidou-os.

- Pegaram os cachorros?
- Sim, pegaram-nos.

-Precisa de ajuda para desenvolver suas pesquisas?
- Sim, preciso para desenvolvê-las.

- Foi ele quem fez os convites?
-Sim, ele fê-los.

4 comentários: